Passar para o Conteúdo Principal

Câmara de Sines inaugurou balcão único de atendimento

Bu2 1 980 2500
04 Maio 2017

A Câmara Municipal de Sines inaugurou, no dia 3 de maio, nas instalações dos Paços do Concelho, o Balcão Único do Município. Este serviço passa a centralizar o atendimento presencial aos cidadãos e empresários do concelho.

No ato inaugural do balcão, o presidente da Câmara, Nuno Mascarenhas, destacou as suas principais vantagens: um serviço com mais qualidade e prestado de forma mais célere.

Também as condições físicas do atendimento são agora diferentes, com as obras de adaptação que foram feitas no rés-do-chão dos Paços do Concelho.

A empreitada e as principais aquisições associadas à criação do balcão foram um investimento de 164 mil euros, assumido a 100% pelo município.

A criação do balcão, explicou o presidente, está integrada numa estratégia delineada para tornar a autarquia mais eficiente. Segue-se às melhorias introduzidas na gestão financeira e operacional e à adaptação da estrutura dos serviços, que entrou em vigor em setembro de 2016.

O ato inaugural do Balcão Único teve a presença da secretária de Estado Adjunta e da Modernização Administrativa, Graça Fonseca.

Num mundo em que também os procedimentos administrativos tendem para a desmaterialização, a governante destacou a importância de ter espaços físicos como este, com serviços centralizados e acessíveis a todos, mesmo a quem não quer ou não pode utilizar a internet.

Com efeito, a inauguração do Balcão Único não é o fim do caminho de modernização dos serviços pela Câmara Municipal de Sines. A próxima fase é, explicou o presidente, complementar este novo modo de atendimento presencial com a passagem de serviços para a internet.

O que muda no atendimento municipal

No Balcão Único dos Paços do Concelho, os munícipes podem realizar todo o tipo de interações com a autarquia, atendidos por uma equipa de trabalhadores que recebeu formação específica para estas funções.

Foi eliminado o atendimento anteriormente existente no edifício da DOMSU – Divisão de Obras Municipais e Serviços Urbanos, na ZIL 2, mas ainda se mantém o atendimento do edifício técnico de S. Marcos.

A complexidade dos procedimentos de obras particulares não permitiu que fossem abrangidos por este primeiro momento de centralização do atendimento no Balcão Único, mas sê-lo-ão num futuro próximo.

De notar que, muito em breve, o Balcão Único estará também em Porto Covo. O serviço de atendimento municipal ali existente (em instalações contíguas à junta de freguesia) ficará ligado à plataforma informática do balcão e todos os procedimentos que são feitos em Sines poderão ser feitos em Porto Covo.

  • Bu5 1 980 700

    Um melhor serviço, com mais celeridade, destacou o presidente da Câmara

    Bu5 1 139 90
  • Bu3 1 980 700

    Para a secretária de Estado, é importante ter espaços de atendimento como este, acessíveis a todos

    Bu3 1 139 90
  • Bu1 1 980 700

    Aspeto do balcão, cuja instalação obrigou a remodelar o rés-do-chão dos Paços do Concelho

    Bu1 1 139 90