Passar para o Conteúdo Principal

Caracterização

Caracterizacao Sines

Sines é o principal centro energético e petroquímico do país e o seu porto de águas profundas, cuja importância para o desenvolvimento nacional é reconhecida, é um motor de desenvolvimento do país e representa um fator de atração de empresas, capital e competências.

Há em Sines um conjunto muito variado de empresas industriais e de serviços que coexistem com estes grandes investimentos e que têm ganho nos últimos anos “massa crítica”, novos clientes e, em muitos casos, novos mercados internacionais, sendo exemplo disso algumas empresas de metalomecânica, instrumentação, controle e manutenção industrial, entre outras.

Também atividades de setores tradicionais, como a pesca, continuam a representar um peso importante na economia do concelho, estando na base de indústrias de congelados e representando uma importante fonte de emprego.

O turismo tende a crescer de importância no total da atividade económica, nomeadamente na zona do sul do concelho.

Distribuição por setor de atividade

Em Sines há uma predominância das sociedades do setor terciário, que representam três quartos do total e que são compostas essencialmente pelas empresas prestadoras de serviços, muitas delas ligadas ao complexo portuário-industrial e outras cuja atividade é o comércio.

Esta atividade é abundante no concelho, nomeadamente por Sines ser o maior núcleo urbano do Alentejo Litoral e por ter um poder de compra superior à média da região.

O setor secundário representa uma fatia importante das sociedades sedeadas no concelho, com cerca de cerca de um quarto do total. Neste setor estão representadas, essencialmente, as indústrias transformadoras localizadas nas múltiplas zonas industriais.

No setor primário, não existem indústrias extrativas e o peso da agricultura é residual. A quase totalidade dos 4,7% verificados neste setor são empresas relacionada com as pescas, não espelhando contudo o enorme peso que este setor tem no concelho (sobretudo a nível de população empregada) devido ao facto de que a maioria das empresas a laborar neste setor são microempresas / empresários em nome individual.